Ação de Sensibilização promovida pela PSP no âmbito da Componente de Cidadania e Desenvolvimento – Turmas do 3.º Ano

A Polícia de Segurança Pública do Comando de Viana de Castelo, através da Esquadra Destacada de Ponte de Lima, fez-se representar, na EPADRPL, pelos Senhores Agentes Gil Carvalho e Alberto Azevedo, que, no âmbito do Programa Escola Segura, dinamizaram um conjunto de ações de sensibilização integradas na componente de Cidadania e Desenvolvimento.

Nos dias 1 e 8 de junho, a ação de sensibilização destinou-se às turmas do 3.º ano, onde foram abordados os temas “Diversão noturna e Drogas”.

Os Senhores Agentes iniciaram a ação, alertando para os principais perigos da diversão noturna, especificando os tipos de diversão que estão disponíveis, de acordo com os gostos e preferências individuais e do grupo. Particularizaram casos práticos e reais que tiveram de intervencionar sobre vários acidentes e ocorrências desagradáveis que aconteceram durante a diversão noturna. Ao ser-lhes apresentado e desenvolvido o assunto, os alunos tiveram a oportunidade de aprofundarem o conhecimento sobre os temas e de questionarem, o que lhes permitiu a desenvolver o senso crítico. Fizeram, também, um alerta para os alunos que pretendem prosseguir os estudos, referindo esta fase vivida dentro da universidade, que proporcionará momentos para compartilhar ideias e experiências, sendo que essas experiências vivenciadas tendem a trazer aspetos positivos e negativos, que devem sempre ponderar.

No seguimento deste assunto, debateram e analisaram com os alunos o consumo de substâncias lícitas e ilícitas, nos malefícios causados à saúde, referindo que, além das doenças que a exposição e consumo destas substâncias acarretam, existem outros problemas decorrentes destes, como: acidentes de trânsito, agressões, estilos de vida noturna, saúde mental, comportamentos sexuais de risco, dependência, discussões intrafamiliares, gastos excessivos monetários, gerando dívidas, dentre outros.

Reforçando que, quanto ao consumo de substâncias psicoativas, os jovens, por vezes, são influenciados pelos seus pares, muitas vezes, saídas noturnas entre amigos têm por consequência o consumo destas drogas como formas de socialização.

Por fim, os Senhores Agentes elencaram um conjunto de regras e princípios que os jovens devem considerar, no sentido de se prevenirem dos perigos que a diversão noturna pode comportar. No cômputo geral, todos foram alertados sobre as responsabilidades civis e sociais que estão previstas na Constituição Portuguesa, prevenindo comportamentos de risco e antecipando a ocorrência para possíveis atos geradores de insegurança nos convívios sociais, assim como no dia a dia na nossa Escola.

Espera-se que as reflexões, esclarecimentos e informações trabalhadas sejam efetivamente aproveitadas por cada aluno nas suas escolhas de vida e que possam contribuir para a formação de pessoas responsáveis, autónomas, solidárias, exercendo em consciência os valores da Cidadania.